Época suja de gostos
Afogam-se sem conteúdo
Veneram entrepostos
Escondo-me, permaneço mudo

Na música sebosa
Comunicação falha
É romantismo da rosa
Cortado pela navalha

Navalha da beleza
E da futilidade
Causando tristeza
Quando na maturidade

Arrependimento certo
Ou ignorância predomina
Livros por perto
Fechados não ensina

Procurando futuro
Numa vida fútil
Ou conhecimento maduro
Pra cabeça inútil

Alegrias na tela
Com o tempo passando
A educação mela
Se vai maculando…

Andrey Montenegro Escarião