Lua, das fases
Só te vejo na Cheia
Forma perfeita
De sonhos é feita
Alteza do céu
Meus olhos enfeita
Da luz faz teu véu
Me diga… Lua
Por que solidão tamanha?
Solidão te acompanha
Lua…
Luz tua me ilumina
Tão longe, facina
Lua, me traz alegria
Tira a sombra
E da dor me alivia
Me alivia agora
Te invejo por dentro
Te invejo por fora
Pois, feliz parece
Estando sozinha
Quem te merece?
Recebe benção
Rejuvenece…
No céu aberto
Parece tão perto
Que me cura
Lua, nua
Clara e escura
Me escuta, me acuda
Pois, estou dormindo
Mas, não fique muda
Continue me ouvindo
Fique parada
Enquanto vou indo
Luz alada
É fim da noite
Começo do dia
Me entrego denovo
A minha alegria
Desdenho tristeza
Pena que tardia
Adeus Lua, à Deus…
Minha Lua
Minha vida, ida…

Andrey Montenegro Escarião